Sábado, 10 de Janeiro de 2009

Compreender

Se olhar para o que se passa à minha volta, quase tudo me parece um problema. Uma simultaneidade de problemas que, se os reunir num só, revelam-se numa angústia que não quero ver. É sempre preferível refugiarmo-nos no lado bom, até ao momento em que ele começa a escassear.

Esta análise é bastante exagerada se a comparar com quem tem realmente problemas, dignos do nome. Mas não será por isso que irei permanecer a olhar para o lado bom, mesmo quando ele já escasseia, como disse.

Há pouco, escrevi num comentário que me tenho repetido várias vezes. Por culpa do que se passa, resta-me apenas compreender e perceber o outro lado. «Compreendo-te» é o que mais tenho dito. Cansa um bocado, e até é uma palavra que não soa bem, mas não me arrependo. Esta capacidade de conseguir pôr-me do outro lado da questão, deve ser das minhas maiores qualidades.

O que é mau, é quando já não consigo perceber. Esta sensação de não conseguir saber o que os outros sentem, provoca-me uma desorientação profunda.

E pior ainda, quando os outros não me compreendem. (Já me devia ter habituado, mas ainda não consegui.)

 

[O frio consola-me...]

 

 

música: Klepth - Emboa Doa
tags: , ,

publicado por david. às 17:39
link | favorito
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.contra


. perfil

. amigo ou colega?

. 27 seguidores

.pesquisar

 

.posts

. De vez em quando

. Tempo

. Coisas boas

. Trabalho de Psicologia / ...

.já passou

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

SAPO Blogs